Eu não consigo respirar

17/12/2014 14:28

Um grito de indignação percorreu os Estados Unidos nas últimas semanas: “Não consigo respirar”. Esta foi a última frase de Eric Garner, de 43 anos, negro e asmático, que morreu em Nova York no dia 17 de julho por asfixia, depois do policial à paisana Daniel Pantaleo tê-lo estrangulado.

Leia mais…»

Thomas Piketty e a educação

11/12/2014 19:16

O livro O Capital no Século XXI, de Thomas Piketty, aborda a evolução do capitalismo. Nele, o autor apresenta os benefícios e custos trazidos por este sistema econômico que, até o instante, não faliu. E tende, assim acreditamos, a não falir. O socialismo entrou em decadência por suas contradições no âmbito do indivíduo. Estes não optaram por abrir mão da individualidade e, portanto, da livre iniciativa. Indivíduos podem relegar o capitalismo caso optem por tornar a liberdade individual como objetivo secundário. Porém, não visualizo esta possibilidade.

Leia mais…»

Perspectivas econômicas para 2015

05/12/2014 13:32

Faltando pouco para a chegada de 2015, os especialistas começam a fazer analises e projeções para o próximo ano. Um dos setores mais preocupados com essas perspectivas é a economia. A forte desaceleração da economia brasileira neste ano surpreendeu os economistas e é uma unanimidade entre eles que 2015 será um ano difícil.

Leia mais…»

A democratização da educação

27/11/2014 14:43

Quando o assunto é o acesso à escola, o Brasil vem comemorando os índices de atendimento atingidos nos últimos anos, que permitem dizer que o ensino fundamental já foi universalizado. De acordo com dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de atendimento escolar das crianças de 7 a 14 anos está acima de 90%.

Leia mais…»

O Brasil e a crise

19/11/2014 21:00

Em 2008, a crise econômica mundial deixou clara a fragilidade e necessidade da criação de novos modelos de desenvolvimento. Economistas e cientistas políticos trouxeram à tona discussão da dicotomia entre capitalismo e socialismo. Entretanto, o debate, apesar de ter encontrado adeptos no auge da crise, não prosperou. Concluímos, então, que existe um aparente consenso de que o capitalismo é o sistema econômico adequado para a sociedade.

Leia mais…»

Orgulho Nordestino

13/11/2014 14:36

Mais uma vez os nordestinos foram hostilizados por outras regiões do País. E, novamente, a expressão “orgulho de ser nordestino” surgiu como reação a mensagens discriminatórias e xenófobas postadas na internet por ensejo da eleição de Dilma, para presidente do Brasil. Mesmo fato já acontecido em 2010.

Leia mais…»

Estudar após os 60 anos

10/11/2014 14:02

Para alguns, se tornou lugar comum falarmos da importância da educação na vida das pessoas. Muitos ainda se recusam a acreditar que, através dos estudos, podemos mudar como pessoas, mudar o país e mudar o rumo de nossas vidas. O aprendizado contínuo faz bem para a mente, o corpo e a alma.

Leia mais…»

Políticas para a juventude

28/10/2014 13:04

Apesar de ter aumentado a faixa etária da população brasileira, o Brasil ainda é um país jovem. São mais de 51 milhões de pessoas, de 15 a 29 anos, entre os cerca de 200 milhões de habitantes. E é essa faixa etária que traz grandes preocupações para o País. Apesar de todos os incentivos do governo, 9,6 milhões de jovens não estudam nem trabalham, aproximadamente 19,6% da população dessa faixa etária. São a chamada geração “nem-nem”.

Leia mais…»

Indagações para o futuro

17/10/2014 18:06

A agenda da disputa presidencial sugere consensos. No primeiro turno, os três principais candidatos, Marina Silva, Aécio Neves e Dilma Rousseff, abordaram no debate eleitoral temas, desafios e problemas semelhantes. Entretanto, Marina Silva, tentou incentivar os sonhos de uma nova prática política entre os eleitores. Sonhos de um Brasil melhor. Mas, os brasileiros não aceitaram as sugestões da candidata do PSB e ela não conseguiu chegar ao segundo turno.

Leia mais…»

A epidemia de Ebola

10/10/2014 15:07

Em meados da década de 70, um vírus desconhecido causou 431 mortes e atingiu 90% de mortalidade dos infectados. Altamente transmissível e mortal, o vírus foi chamado de Ebola. Desde então, os principais surtos aconteceram em 1995, com 254 óbitos; em 2000 e 2007, com 224 mortes cada, todos na África.

Leia mais…»