Perfil

Nasceu em 21 de março de 1964, em uma pequena cidade do sertão da Paraíba. Aos cinco anos, seus pais se mudam para Mato Grosso e, depois, para Rondônia.(...)
Saiba mais.

Vale a pena

Histórico

Arquivo de ‘Diversos’

Os desafios para 2018

Poucos dias após a virada do ano. Intensifico a minha reflexão quanto aos desafios vindouros e relembro as conquistas dos anos que se passaram. Mas, não podemos pensar exclusivamente em nossas conquistas. Precisamos refletir sobre as conquistas coletivas da sociedade brasileira, porém, continuamos com imensos desafios.

Leia mais… »

Adeus ano velho, feliz 2018!

Estamos nos aproximando do final de mais um ano e, como de praxe, é hora de fazermos o balanço dos desafios enfrentados e das conquistas alcançadas. No entanto, essa época também nos motiva a olharmos para o horizonte com o objetivo de definir metas e caminhos a serem trilhados.

Leia mais… »

Imprudências e mortes no trânsito

Acidente de trânsito é uma das principais causas de morte de jovens no mundo. A cada ano morrem 1,3 milhões de pessoas morrem vítimas da imprudência ao volante. Dos sobreviventes, cerca de 50 milhões vivem com sequelas. Além disso, o trânsito é a nona maior causa de mortes do planeta.

Leia mais… »

Sustentabilidade deve ser um dos pilares empresariais

Há vinte anos, poucos empresários consideravam importante o respeito ao meio ambiente. Atualmente, a sustentabilidade é um elemento central na atividade e cada vez mais essencial na estratégia das empresas. Durante muito tempo se acreditou, erroneamente, que a sustentabilidade estaria diretamente relacionada ao meio ambiente. Entretanto, essa ideia é dividida em três principais pilares: social, econômico e ambiental. Para se desenvolver de forma sustentável, uma empresa deve atuar de forma que esses três pilares coexistam e interajam entre si de forma plenamente harmoniosa.

Leia mais… »

DISCURSO PARA INAUGURAÇÃO DO MUSEU DE ARTE DA UNAMA

ANANINDEUA – NOVEMBRO – 2017

CUMPRIMENTOS INICIAIS

BOA NOITE A TODOS.

QUASE SEMPRE, O PRIMEIRO CONTATO QUE TEMOS COM A ARTE É NA ESCOLA, SEJA VISITANDO UM MUSEU, SEJA FREQUENTANDO AS AULAS DE ARTE QUE FAZEM PARTE DA GRADE ESCOLAR. NESSAS CLASSES, O INDIVÍDUO COMEÇA A TER AS PRIMEIRAS NOÇÕES SOBRE OS ARTISTAS, AS COLEÇÕES, OS ESPAÇOS CULTURAIS E MUSEUS. POR ISSO É TÃO IMPORTANTE QUE ESSE CONTATO INICIAL COM A ARTE SEJA ESTIMULADO DE MANEIRA PRAZEROSA, INSTRUTIVA, PREOCUPADA COM OS CONCEITOS QUE SÃO ENSINADOS, SEM NUNCA ESQUECER DE LEVAR EM CONTA O UNIVERSO IMENSO E DIVERSOS QUE TEMOS NA ÁREA ARTÍSTICA.

Leia mais… »

Sustentabilidade muito além das políticas ecologicamente corretas

Quando olhamos para o mundo que nos cerca, é possível imaginar e aceitar que tudo o que vemos pode acabar? E quando me refiro ao fim, quero levantar a reflexão justamente para o esgotamento dos recursos naturais e não apenas para a escassez de todos os elementos utilizáveis da terra.

Leia mais… »

60 milhões de endividados

O Brasil começou 2017 com mais de 61 milhões de pessoas inadimplentes. Esse é o maior número de endividados desde 2012 e a soma dos valores ultrapassa os R$270 bilhões. O percentual de famílias endividadas no país cresceu de 58% em agosto para 58,4% em setembro deste ano, segundo dados da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Leia mais… »

Brain drain no Brasil

Brain Drain é o termo em inglês utilizado para fazer referência à fuga de capital humano ou fuga de cérebros. De uma forma clara, seria a emigração em massa de indivíduos com aptidões técnicas ou de conhecimentos, normalmente devido a fatores como falta de oportunidade, riscos à saúde e instabilidade política nos países.

Leia mais… »

A tradição do Círio de Nazaré

São mais de 220 anos de tradição, devoção e emoção. Reunindo mais de 2 milhões de pessoas em uma caminhada de fé pelas ruas da capital do estado do Pará, o Círio de Nazaré é, de longe, a maior manifestação católica do país e uma das mais simbólicas do mundo.

Leia mais… »

Responsabilidade social deve fazer parte da missão das instituições de educação superior

No Brasil, a desigualdade social tem sido um cartão de visita. Segundo o Relatório Desenvolvimento Humano 2017 (Pnud/ONU), o país aparece entre os 10 mais desiguais do mundo. A baixa escolaridade e a falta de acesso à educação contribuem, entre outros graves fatores, para a estagnação socioeconômica, que tende a se acumular. Por isso, melhorar esse índice deve ser uma preocupação das instituições de ensino superior (IES), que além de proporcionar uma boa formação do profissional para o mercado do trabalho, precisam desenvolver cidadãos conscientes e engajados em questões socioambientais.

Leia mais… »